5 Dicas de como selecionar seu plantel

Todo o amante e criador sério da raça tem como objetivo a seleção e melhoria da raça. Mas e quem está começando qual o primeiro passo?

Estas dicas são baseadas em alguns anos de experiências com diversas raças e com o convívio com outros criadores que perseguem diariamente a melhoria de suas raças.

Aqui vou usar o exemplo de raças da nossa especialidade Spitz Alemão, porém esses dicas e conselhos se aplicam a todas as raças e uma grande variedade de animais .

Dica 1 – Conheça rigorosamente o Padrão da raça – parece óbvio mas muita gente se baseia somente no aspecto ligado a beleza. Vale lembrar que um cão bonito nem sempre é um cão correto ou um cão selecionável.

Dica 2 – Deixe a emoção em segundo plano – principalmente se você está nos seus primeiros cães, saudosismo e apego exagerado podem prejudicar e muito seu julgamento. Se você tem um apego especial por um exemplar seja pelo motivo que for (foi meu primeiro, ele é queridinho, ele nasceu no mesmo dia do meu filho) fique com ele, castre e reserve. Você precisar de cães selecionáveis.

Dica 3 – E o mais importante: Aprenda a enxergar os defeitos do seu cão. Sim os defeitos! Isso que nos interessa, os defeitos que o cão tem, as qualidades (morfológicas e de beleza) qualquer um consegue identificar e além disso as qualidade estão no terceiro ou quarto na escala de importância.  Quando você bater o olho e identificar os defeitos ai sim você começa a entrar no espirito da seleção. Parece cruel mas na verdade é o exercício da procura de defeitos  que vai te levar a um nível critico que possibilite a seleção. O que buscamos? Um cão equilibrado sem defeitos (não falo somente de faltas desqualificantes e sim de características que você não deseja, sejam elas comprimento de focinho estrutura óssea, presença de pelos na cabeça, desenho estrutural)

Dica 4 – Encontre boas referencias: Hoje com a facilidade da internet e com exposições acontecendo em todo o Brasil, fica muito mais fácil você encontrar boas referencias. Mas o que são essas boas referencias? São cães que estão sendo julgados e premiados a nível nacional e internacional. Procure os vencedores Europeus, americanos, asiáticos, Brasileiros tanto FCI quanto AKC. O importante é você conseguir perceber para onde a raça esta caminhando e o que falta no seu cão para ficar próximo aos grandes campeões.

Dica 5 – Coloque seu julgamento a prova – Sim se possível leve seus cães para exposição, entenda que o objetivo da exposição é que seu cão seja avaliado e comparado aos outros criadores, prêmios não são a prioridade absoluta. Além de participar de exposições conviva com outros criadores sérios da raça, converse mostre o que você está criando, conviva com handlers e juízes se possível. E escape da falácia de postar uma foto no Facebook e perguntar o que as pessoas acham, a maioria dos comentários não tem base técnica e não vão te levar a lugar nenhum.

Espero que estas dicas possam ajudar na seleção do seu plantel

Um forte Abraço

Leriel Gaio / Treville Kennel

Comments are closed.