O Spitz é uma raça que late demais? É muito agitado?

Para responder essa pergunta temos que explorar três principais motivos que um Spitz Alemão pode se tornar um “latidor em potencial”
FATOR 1 - Ambiental
Problemas no manejo do canil, e principalmente traumas adquirimos por cães que ficam em lojas em expositores e são submetidos a contínuos períodos de stresse lideram o ranking dos problemas de caráter e comportamento. Quando falamos de problemas de manejo do canil eles podem ser elencados desde o desmame precoce até o trato diário inadequados pelos manipuladores (donos ou proprietários) também inclui se nesse item à falta de atenção com os bebês e suas necessidades particulares por exemplo um bebê menor que os irmãos onde os irmãos não respeitam o tempo dele se alimentar, ou um bebê que tem seu desenvolvimento tardio e não acompanha o pique dos outros da ninhada sendo deixado de lado pela ninhada.
FATOR 2 - Genético: na cinofilia chamamos de caráter o conjunto de qualidades ou defeitos relativos à personalidade do cão. A seleção de cães com bom caráter e temperamento é fundamental para que todo o processo de seleção e criação resulte em um exemplar não somente bonito mas que venha suprir as necessidades, emocionais e sociais do seu dono.
FATOR 3 - Manejo da nova família, se ao receber o filhote em seu novo espaço a família não continuar com o manejo adequado, ou exagerar em qualquer extremo (super proteção, abandono parcial, agitação excessiva) você vai condicionar o cão a este comportamento. Por exemplo se vc consegue começar a agitar demasiadamente seu filhote e usar um chinelo como brinquedo as possibilidades de vc criar um adulto ansioso e que adora comer seu chinelos e sapatos.
Esses são os principais motivos para vc que seu cãozinho seja ou se transforme em um cão latidor ou com dificuldades sociais.

Comments are closed.